Salvaterra de Magos reúne todas as condições para se afirmar como um concelho próspero, atraente e desenvolvido. Infelizmente, do ponto de vista político, continua a ser (des)governado por uma maioria de ex-comunistas ortodoxos e mal formados politicamente. Um grupo de amigos que se aproveitou do Bloco de Esquerda para implantar uma ditadura Estalinista em Salvaterra. Lutaremos para que Salvaterra de Magos seja um concelho mais fixe. Dizemos não a esta força de bloqueio.
sábado, abril 29, 2006
Música
OS GLORIOSOS ANOS 80

Desce as escadas da memória até aos gloriosos anos 80. As vídeo-músicas desses tempos únicos encontram-se em «linkação» total. «Tão» lá todos: dos A-Ah aos ZZ Top, passando por Madonna, Peter Gabriel, Nitro, Billy Idol, ACDC e centenas de outros artistas que encheram a nossa adolescência e juventude de ritmo e romance. Entra por AQUI!
Obrigado,
Helder, pela dica!
Postado por José da Silva Vieira @ 14:29  

Cantigas de Maio em Portugal.
UM FARTAR VILANAGEM

Nem tudo vai mal nesta nossa República (Pelo menos para alguns). Com as eleições legislativas de 20/Fevereiro, metade dos 230 deputados não foram eleitos. Os que saíram regressaram às suas anteriores actividades sem, contudo saírem tristes ou cabisbaixos. Quando terminam as funções, os deputados e governantes têm o direito, por Lei (deles) a um subsídio que dizem de reintegração (coitados, tem de voltar para esta selva que é a luta pelo pão de cada dia nos seus antigos lugares de administração ou de profissionais liberais tão mal pagos, como sabemos ):
- um mês de salário (3.449 euros) por cada seis meses de Assembleia ou governo.

Desta forma um deputado que o tenha sido durante um ano recebe dois salários (6.898 euros). Se o tiver sido durante 10 anos, recebe vinte salários ( 68.980 euros). Feitas as contas e os deputados que saíram, o Erário Público desembolsou mais de 2.500.000 euros!
No entanto, há ainda aqueles que têm direito a subvenções vitalícias ou pensões de reforma ( mesmo que não tenham 60 anos!). Estas são atribuídas aos titulares de cargos políticos com mais de 12 anos.

Entre os ilustres reformados do Parlamento encontramos figuras como:
Almeida Santos......................... 4.400 , euros;
Medeiros Ferreira....................... 2.800, euros;
Manuela Aguiar......................... 2.800, euros;
Pedro Roseta............................ 2.800, euros;
Helena Roseta........................... 2.800, euros;
Narana Coissoró ..................... 2.800, euros;
Álvaro Barreto........................... 3.500, euros;
Vieira de Castro........................ 2.800, euros;
Leonor Beleza .........................2.200, euros;
Isabel Castro............................. 2.200, euros;
José Leitão................................ 2.400 , euros;
Artur Penedos............................ 1.800, euros;
Bagão Félix............................... 1.800, euros.

(Vêem? Tadinhos destes "desconhecidos", que se não fosse esta esmola estavam a comer na Mitra).

Quanto aos ilustres reintegrados, encontramos os seguintes:
Luís Filipe Pereira . 26.890, euros / 9 anos de serviço;
Sónia Fortuzinhos .... 62.000, euros / 9 anos e meio de serviço
Maria Santos . 62.000, euros /9 anos de serviço ;
Paulo Pedroso ........ 48.000, euros / 7 anos e meio de serviço(e ainda vamos ver se não vai receber indeminizações pelo processo C.P.);
David Justino ............ 38.000, euros / 5 anos e meio de serviço;
Ana Benavente . 62.000 , euros / 9 anos de serviço;
Mª Carmo Romão . 62.000, euros / 9 anos de serviço;
Luís Nobre Guedes ... 62.000 , euros / 9 anos e meio de serviço.
A maioria dos outros deputados que não regressaram estiveram lá somente na
última legislatura, isto é, 3 anos, o suficiente para terem recebido cerca de 20.000, euros cada !

É ESTA A CLASSE POLÍTICA QUE TEM A LATA DE PEDIR SACRIFÍCIOS AOS PORTUGUESES PARA DEBELAR A CRISE. MAS... HÁ MAIS !!!


APESAR de ter apenas 50 anos de idade e de gozar de plena saúde, o socialista Vasco Franco, número dois do PS na Câmara de Lisboa durante as presidências de Jorge Sampaio e de João Soares, está já reformado! . A pensão mensal que lhe foi atribuída ascende a 3.035 euros (608 contos), um valor bastante acima do seu vencimento como vereador. A generosidade estatal decorre da categoria com que foi aposentado - técnico superior de 1ª classe, segundo o «Diário da República» - apesar de as suas habilitações literárias se ficarem pelo antigo Curso Geral do Comércio, equivalente ao actual 9º ano de escolaridade.
A contagem do tempo de serviço de Vasco Franco é outro privilégio raro, num país que pondera elevar a idade de reforma para os 68 anos, para evitar a ruptura da Segurança Social.
O dirigente socialista entrou para os quadros do Ministério da Administração Interna em 1972, e dos 30 anos passados só ali cumpriu sete de dedicação exclusiva; três foram para o serviço militar e os restantes 20 na vereação da Câmara de Lisboa, doze dos quais a tempo inteiro. Vasco Franco diz que é tudo legal e que a lei o autoriza a contar a dobrar 10 dos 12 anos como vereador a tempo inteiro a triplicar o salário. Já depois de ter entregue o pedido de reforma, Vasco Franco foi convidado para administrador da Sanest, com um rdenado líquido de 4000 euros mensais (800 contos). Trata-se de uma sociedade de capitais públicos, comparticipada pelas Câmaras da Amadora, Cascais, Oeiras e Sintra e pela empresa Águas de Portugal, que gere o sistema de saneamento da Costa do Estoril. O convite partiu do reeleito presidente da Câmara da Amadora, Joaquim Raposo,cuja mulher é secretária de Vasco Franco na Câmara de Lisboa. O contrato, iniciado em Abril, vigora por um período de 18 meses.
A acumulação de vencimentos foi autorizada pelo Governo mas, nos termos do acordo, o salário de administrador é reduzido em 50% - para 2000 euros - a partir de Julho, mês em que se inicia a reforma, disse ao semanário "Expresso" Vasco Franco.

Não se ficam, no entanto, por aqui os contributos da fazenda pública para o bolo salarial do dirigente socialista reformado. A somar aos mais de 5000 euros da reforma e do lugar de administrador, Vasco Franco recebe ainda mais 900 euros de outra reforma, por ter sido ferido em combate ( !? ) em Moçambique já depois do 25 de Abril (???????? Algum turra que não ouvia rádio nem lia jornais?), e cerca de 250 euros em senhas de presença pela actuação como vereador sem pelouro.
Contas feitas, o novo reformado triplicou o salário que auferia no activo, ganhando agora mais de 1200 contos limpos. Além de carro, motorista, secretária, assessores e telemóvel.

É BOM QUE TODOS SAIBAM COMO SE GOVERNA QUEM NOS GOVERNA. MAS HÁ MUITO MAIS...É FARTAR VILANAGEM!
Postado por Gloriano @ 09:06  

sexta-feira, abril 28, 2006
Viva Portugal.
VIVA A MALANDRAGEM

Serão os políticos os únicos malandros?
Não, 9 em cada 10 aposentados com mais de 5.000 euros mensais foram juízes!!!! Lista de Aposentados no ano de 2005 (Janeiro a Novembro) com pensões de luxo: visita

http://www.cga.pt/publicacoes.asp?O=3
http://www.cga.pt/publicacoes.asp?O=3

São os seguintes os valores em Euros:
Janeiro - Ministério da Justiça: 5380.20 Juiz Desembargador Conselho Superior
Magistratura

Março - Ministério da Justiça 7148.12 Procurador-Geral Adjunto
Procuradoria-Geral República;
5380.20 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura 5484.41 Juiz
Desembargador Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura

Empresas Públicas e Sociedades Anónimas
6082.48 Jurista 5 CTT Correios Portugal SA

Abril - Ministério da Justiça
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5338.40 Procuradora-Geral Adjunta Procuradoria-Geral República

Antigos Subscritores
6193.34 Professor Auxiliar Convidado
Maio - Ministério da Justiça
5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura
5498.55 Procurador-Geral Adjunto Procuradoria-Geral República
5460.37 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura
5338.40 Procuradora-Geral Adjunta Procuradoria-Geral República
5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura
Junho - Ministério da Justiça
5663.51 Juiz Conselheiro Supremo Tribunal Administrativo
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura
Julho - Ministério da Justiça
5182.91 Juiz Direito Conselho Superior Magistratura
5182.91 Procurador República Procuradoria-Geral República
5307.63 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5498.55 Procurador-Geral Adjunto Procuradoria-Geral República
Agosto
Ministério da Justiça

5173.46 Conservador Direcção Geral Registos Notariado
5173.46 Conservadora Direcção Geral Registos Notariado
5173.46 Conservador Direcção Geral Registos Notariado
5173.46 Notário Direcção Geral Registos Notariado
5173.46 Conservador Direcção Geral Registos Notariado
5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura
5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5043.12 Notária Direcção Geral Registos Notariado
5173.46 Conservador 1ª Classe Direcção Geral Registos Notariado
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5027.65 Conservador Direcção Geral Registos Notariado
5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5173.46 Conservador Direcção Geral Registos Notariado
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5173.46 Notário Direcção Geral Registos Notariado
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5159.57 Conservador Direcção Geral Registos Notariado
5173.46 Notária Direcção Geral Registos Notariado
5173.46 Ajudante Principal Direcção Geral Registos Notariado
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5173.46 Notário 1ª Classe Direcção Geral Registos Notariado
5173.46 Notária Direcção Geral Registos Notariado
Setembro
Ministério dos Negócios Estrangeiros

7284.78 Vice-Cônsul Principal Secretaria-Geral (Quadro Externo) 6758.68
Vice-Cônsul mdash; Secretaria-Geral (Quadro Externo)

Ministério da Justiça
5663.51 Juiz Conselheiro mdash; Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador mdash; Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador mdash; Conselho Superior
Magistratura

Ministério da Educação
5103.95 Presidente Conselho Nacional Educação
Outubro

Ministério da Justiça
5498.55 Procurador-Geral Adjunto Procuradoria-Geral República
Novembro

Ministério dos Negócios Estrangeiros
7327.27 Técnica Especialista Secretaria-Geral (Quadro Externo)

Tribunal de Contas
5663.51 Presidente

Ministério da Justiça
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior
5015.16 Professor Coordenador Inst. Superior Engenharia Lisboa

- Boas Vidas!!!
Postado por Gloriano @ 18:20  

terça-feira, abril 25, 2006
VIVA A LIBERDADE. 25 ABRIL SEMPRE!


Glória do Ribatejo

VIVA A LIBERDADE

Para marcar a diferença uma vez mais, ontem à noite, no Largo 1 de Maio, ouviram-se músicas do Zeca até altas horas da madrugada, para festejar o 32.º Aniversário do 25 de Abril. Mas não foi só o Zeca Afonso que a juventude gloriana recordou e cantou. Adriano Correia de Oliveira, Padre Fanhais, Vitorino e Sérgio Godinho também não foram esquecidos.

O "Salvaterra é Fixe" não pode deixar de agradecer à Febre Amarela esta magnífica iniciativa e aproveita para dar os parabéns aos quatro músicos glorianos que estiveram em cena: António Guedas (Bateria), José Chuga (Viola), Heleno Guedes (Teclas e Solo) e João Verde (Baixo).

Viva o 25 de Abril. Viva a Liberdade. Sempre!

Postado por José Peixe @ 01:40  

segunda-feira, abril 24, 2006
PORQUE É 25 DE ABRIL
Carta Aberta à presidente da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos:
Caríssima Ana Cristina Ribeiro "Anita", porque é 25 de Abril e acreditanto que ainda continua a ser uma mulher de lutas e defensora dos ideais de esquerda, na qualidade de editor deste Blogue, resolvi escrever-lhe esta linhas só para lhe recordar o seguinte:
1. 32 anos depois da Revolução dos Cravos, está na hora de pôr um ponto final na perseguição e marginalização de alguns trabalhadores da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos.
2. No dia em que se comemoram 32 anos do 25 de Abril, está na altura de você deixar de lado, de uma vez por todas, a postura ditatorial e arrogante que tem mantido nos últimos anos.
3. Hoje que comemoramos 32 anos de Liberdade em Portugal, já é tempo de você, enquanto presidente da Câmara Municipal de Salvaterra ponha ponto final numa força de bloqueio que tem atirado o nosso concelhopara a desgraça, em termos de desenvolvimento.
4. Porque hoje é 25 de Abril, está na altura de você apostar mais na Cultura em Salvaterra de Magos e apoiar todas as colectividades que existem no concelho e não apenas aquelas que passam a vida a beijar-lhe a mão ou que são da sua cor política.
5. E porque estamos a viver uma data muito especial, aqui fica um Poema que jamais podemos esquecer. Espero que lhe diga qualquer coisa:
TROVA DO VENTO QUE PASSA
Pergunto ao vento que passa
Notícias do meu país
O vento cala a desgraça
O vento nada me diz.
Mas há sempre uma candeia
Dentro da própria desgraça
Há sempre alguém que semeia
Canções no vento que passa.
Mesmo na noite mais triste
Em tempo de servidão
Há sempre alguém que resiste
Há sempre alguém que diz não.
Poema de Manuel Alegre
Musicado por António Portugal
Postado por José Peixe @ 19:56  

É ESTA A DEMOCRACIA QUE TEMOS?

POUCA SERIEDADE NO PARLAMENTO

A um dia de festejarmos 32 anos da Revolução de Abril, está mais do que comprovado jornalísticamente que a Assembleia da República já quase que não cumpre nenhuma das funções nobres que deveria cumprir: não legisla, ou legisla muito pouco e mal; desde que o Partido Socialista chegou ao poder com uma maioria absoluta, então os deputados limitam-se a aprovar a legislação que é proposta pelo Conselho de Ministros, ou seja, pelo próprio Governo; em vez de fiscalizar o Governo, os parlamentares limitam-se a aparar todos os golpes da maioria socialista; e por último, os deputados em vez de representarem quem os elegeu (o povo) limitam-se a obedecer cegamente a dirigentes partidários que não merecem confiança.

É assim que funciona a Democracia em Portugal.

Depois, querem que as pessoas acreditem nos políticos...

José Peixe

Para colaborar com Artigos ou Comentários:

salvaterraefixe@hotmail.com

Postado por José Peixe @ 11:28  

domingo, abril 23, 2006
IDEIAS PARA REFLEXÃO

«AGORA OU TARDE DEMAIS»

Sócrates gozava de uma fama de obstinado e "duro", que ao princípio pareceu justificar. (...) Mas recentemente dá a impressão de que perdeu a energia e a força e se contenta com um ou outro exercício de retórica e de propaganda.
Vasco Pulido Valente
in "Público" 23/04/06 p.64

«ABRIL»
O Parlamento português não descansa. Quando pode fazer triste figura, faz. Quando pode evitar um disparate, não evita. Quando não há nada que fazer, tem uma invenção, em geral uma asneira. Depois da cena das faltas, logo se seguiu uma indecorosa discussão a propósito de uma votação. Uns deputados não estavam presentes, outros não sabiam votar. As máquinas estavam avariadas e as contas não batiam certo. (...) O Parlamento português é assim.
António Barreto
in "Público" 23/04/06 p.9
Postado por José Peixe @ 13:01  

sábado, abril 22, 2006
A Maria Merece...
"De acordo com o Correio da Manhã, Maria Monteiro que é filha do antigo Ministro António Monteiro e que actualmente ocupa o cargo de adjunta do porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros vai para a embaixada portuguesa em Londres.
Para que a mudança fosse possível, José Sócrates e o ministro das Finanças descongelaram a título excepcional uma contratação de pessoal especializado.
Contactado pelo jornal, o porta-voz Carneiro Jacinto explicou que acontratação de Maria Monteiro já tinha sido decidida antes do anúncio da redução para metade dos conselheiros e adidos das embaixadas.
As medidas de contenção avançadas pelo actual governo, nomeadamente o congelamento das progressões na função pública, começam a dar frutos. Os sacrifícios pedidos aos portugueses permitem assegurar a carreira desta jovem de 28 anos que, apesar da idade, já conseguiu, por mérito próprio e com uma carreira construída a pulso, atingir um nível de rendimento mensal superior a 9000 euros. É desta forma que se cala aboca a muita gente que não acredita nas potencialidades do nosso país, os zangados da vida que só sabem criticar a juventude, ponham os olhos nesta miúda. A título de curiosidade, o salário mensal da nossa nova adida de imprensa da embaixada de Londres daria para pagar as progressões de 193 técnicos superiores de 2ª classe, de 290 Técnicosde 2ª classe ou de 290 Assistentes Administrativos. O mesmo salário daria para pagar os salários de, respectivamente, 7, 10 e 14 jovens como a Maria, das categorias acima mencionadas, que poderiam muito bem despedir-se, por força de imperativos orçamentais. Estes jovens sem berço, que ao contrário da Maria tiveram que submeter-se a concurso,também ao contrário da Maria já estão habituados a ganhar pouco e devem habituar-se a ser competitivos. A nossa Maria merece. Também atítulo de exemplo, seriam necessários os descontos de IRS de 92portugueses com um salário de 500 Euros a descontar à taxa de 20%. Novamente, a nossa Maria merece."
Postado por Rubi @ 18:36  

quinta-feira, abril 13, 2006
Ambiente
ANDAMOS A COMER A AMAZÓNIA

Cada vez que comemos na McDonald’s ou noutra cadeia de comida rápida, estamos a dar uma dentada na floresta da Amazónia. A denúncia é feita pela Greenpeace no relatório «Eating up the Amazon» («Comendo a Amazónia»).
Em três anos, mais de 70 mil quilómetros quadrados da Amazónia foram queimados. A área de um campo de futebol transforma-se em fumo e cinza em cada oito segundos que passam. A indústria agro-alimentar – controlada por três gigantes norte-americanos – é a principal responsável por esta destruição. Motivo? A demanda crescente da produção de soja.
«Estamos destruindo a maior floresta tropical do planeta para dar lugar à soja – uma espécie exótica, que será transformada em ração para alimentar gado e frango na Europa», disse Paulo Adário, coordenador da campanha da Amazônia, do Greenpeace. «Depois, este gado e este frango será vendido no McDonald’s mais próximo e você pode estar comendo um pedaço da Amazónia.»
Oitenta por cento da produção mundial de soja é usado como fonte de proteína na criação de gado. A carne de vaca, porco e galinha é consumida sobretudo na Europa e nos Estados Unidos através das cadeias de «fast food» e de supermercados.
A McDonald’s é fornecida pela Cargill, uma multinacional que produz e exporta 220 mil toneladas de soja a partir de Santarém, no estado brasileiro de Mato Grosso, para Liverpool, na Inglaterra.
Postado por José da Silva Vieira @ 22:30  

DEPUTADOS FALTARAM À ASSEMBLEIA

Da grande maioria dos deputados faltosos, um garante-se que possuía justificação verdadeira, foi o nosso "querido" Nuno Antão.
É que naquele dia, o movimento no seu Restaurante foi tanto, que o mesmo nem pensou de lá sair.
Um dia de gorjetas a servir petiscos, dá mais que um dia de salário de deputado.
Ao que chegámos ...
Pelo sim pelo não, este está a preparar o futuro ... Pois como politíco é o que sabemos ...
Postado por A.M. @ 11:37  

quarta-feira, abril 12, 2006
Assembleia da República

DEPUTADOS BALDAM-SE
E NÃO HÁ VOTAÇÕES

Apenas 111 dos 230 deputados estiveram presentes esta tarde na Assembleia da República. Por isso, as votações semanais, que exigem a comparência de mais de metade dos parlamentares, tiveram de ser adiadas. Na mesa estavam oito propostas do Governo e uma do CDS-PP.
A maioria dos eleitos da nação já está, portanto, de férias. As votações tinham sido antecipadas para hoje – normalmente fazem-se à quinta-feira – por causa da Páscoa.
O PSD culpou o PS por não ter assegurado o quórum. Os socialistas ocupam 121 assentos do hemiciclo de São Bento. O número mínimo exigido para as votações é de 116 parlamentares. E onde andavam muitos dos tribunos sociais-democratas? Às laranjas? Dão jeito para pôr o folar para o prior...
Senhores deputados, tenham vergonha. Façam o vosso serviço e cumpram as vossas obrigações laborais. Foram eleitos e são pagos para parlamentar e não para darem baldas.
UUUUU pra eles.
DESABAFOS:
«Só agora é que toparam que a maioria dos deputados estão no hemiciclo de São Bento só para enfeitar. Esclareçam lá o pessoal o que faz o Nuno Antão no Parlamento? Ele passa a maioria dos dias em Salvaterra. Assim tá-se bem. Viva a Democracia. Quando for grande também quero ser deputado.»
Ricardo Sousa
Postado por José da Silva Vieira @ 23:07  

VALE SEMPRE A PENA LUTAR

A Unidade Faz a Força

ESTUDANTES VENCERAM

Quando se trava uma luta para combater uma injustiça temos que avançar com força e determinação. Foi exactamente o que aconteceu com os estudantes em França. Eles acreditaram desde o primeiro instante que iniciaram os protestos, que podiam derrotar o primeiro ministro Dominique de Villepin e a sua legislação laboral terrível.
É evidente que os estudantes tiveram o apoio da população francesa em geral e dos sindicatos dos trabalhadores. Ou seja, viram a sua luta contra a tirania capitalista ganhar maqis força ainda.
E se haviam dúvidas quanto ao desfecho desta luta, ontem o Presidente francês Jacques Chirac, encarregou-se de as desfazer, anunciando que ia substituir o Contrato Primeiro Emprego (CPE) por outras medidas de promoção laboral dos "jovens em dificuldades".
Quanto ao primeiro ministro Dominique de Villepin, acabou por meter o rabinho entre as pernas e admitir publicamente (e finalmente!) que a legislação de que foi o artífice não podia aplicar-se após dois meses de protestos, que conseguiram mobilizar mais de um milhão de pessoas, nas maiores manifestações e greves a que a França assistiu nos últimos 20 anos.
Este exemplo dos estudantes e trabalhadores franceses demonstra como é fundamental existir união e grande espírito de mobilização para combater políticos como Dominique de Villepin.
No fundo, é esta mobilização que temos de fazer em Salvaterra de Magos para combater uma Força de Bloqueio "controlada" por Ana Cristina Pardal Ribeiro, João Nunes, João Abrantes e outros que tais. Vai ser uma luta muito dura. Mas tenho a certeza que daqui a três anos e meio, Salvaterra de Magos vai ser efectivamente um concelho mais próspero, mais desenvolvido e mais fixe.

José Peixe

Para colaborar com Artigos ou Comentários:
salvaterraefixe@hotmail.com

COMENTÁRIOS RECEBIDOS VIA e-MAIL:

«Vai ser muito difícil combater a "Anita"!»

Zé Peixe, sei que tu és um homem que acreditas na mudança política no nosso concelho daqui a quatro anos. Sei que acreditas em revoluções. Mas deixa-me dizer-te o seguinte: enquanto o poder de influência continuar na Câmara Municipal de Salvaterra de Magos vai ser muito difícil combater a "Anita"! Conheço muita gente e muitas famílias que lhe devem favores e sei do que estou a falar. No entanto vale sempre a pena acreditar. Um abraço. Jorge Sequeira

«Como tu tás enganado!»

Fiquem a saber no Salvaterra é Fixe que a "Anita", o João Abrantes e o presidente da Junta de Freguesia de Salvaterra vão continuar a governar este concelho até que os eleitores queiram. Foram eles que venceram as eleições e são eles que têm apresentado serviço. O que tem feito o Nuno Antão enquanto vereador? E enquanto deputado na Assembleia da República? Nada. Aliás, não se percebe como é que a concelhia do Partido Socialista ainda continua a ser dominada por essa gente. E o que tem feito o vereador Carlos Marques? E o vereador Vasco Feijão? Ah, pois é! como tu tás enganado meu caro Zé. Isabel Rodrigues

«É preciso acreditar na mudança!»

Contrariamente à Isabel Rodrigues, axo que é possível haver uma mudança política no concelho de Salvaterra de Magos daki a três anos. A "Anita" continua a esquecer-se dos jovens. E vão ser esses jovens ke um dia a vão tirar do poleiro. É preciso acreditar na mudança! Força aí ó pessoal. Nuno

Postado por José Peixe @ 10:55  

terça-feira, abril 11, 2006
Manuais Politicos

Aprende-se nos mais elementares manuais de politica que a forma mais fácil de um estado ditatorial ser aceite é criando uma tal instabilidade e insegurança que o povo aplaudirá um dirigente forte.
E como?

a) Retirando ao povo as perpectivas de futuro, desorganizando as escolas, pondo os professores insatisfeitos e inseguros, dificultando o ingresso á universidade gratuita, aumentando o desemprego, diminuindo as reformas e criando péssimas perspectivas para os ultimos dias de cada um.
Sensação de que não vale a pena lutar pois o futuro vai ser péssimo.
b) Criando o medo da doença, como? fechando postos de saúde, aumentando os preços das consultas, urgências e medicamentos, dificultando o acesso aos hospitais e consequentes cirurgias, não aumentar a quantidade de médicos, para obrigar a enormes listas de espera, etc.
Sensação de que se eu ou um meu familiar ficar doente... vai morrer.
c) Criar insegurança, desorganizando e diminuindo a intervenção policial, através de constantes reestruturações, directores, etc, não entregando os fundos financeiros necessários, criando instabilidade e retirando regalias aos actuais membros das forças policiais, e principalmente deixando-os morrer em serviço, sem nada fazer para os proteger em simultaneo com a constatação de que o seu trabalho não vai ser reconhecido nem ter consequências, pois chegam a tribunal e nada acontece. Mas claro, também descredabilizando a justiça, enchendo os magistrados de processos, impossibilitando o verdadeiro acompanhamento de cada um, criando indisposição nos magistrados, enchendo as prisões, pois construir prisões não dá votos, arranjando subterfugios para que criminosos fiquem nas ruas, mesmo que sejam políticos, etc, etc.
Sensação de que o crime compensa e mais vale ser criminoso do que honesto.
d) Por ultimo descradebilizar os politicos realmente democráticos, tornando-os todos corruptos, interesseiros, com cunhas familiares, isto é, à procura do tacho.
Sensação de que todos os politicos não prestam e precisamos de um salvador para arrumar a casa.

Eu já vi isto nos nossos livros de história, relatando uma época anterior aos chamado "Estado Novo", e será que estamos a ver outra vez?
Postado por A.M. @ 15:52  

segunda-feira, abril 10, 2006
Abrir aspas

A VINGANÇA DAS GALINHAS

A galinha talvez seja a primeira ave a ter sido domesticada há cerca de 12 mil anos quando o ser humano começou a ficar sedentário. Desde então as galinhas têm um destino sinistro: raramente morrem de morte natural. São mortas para o consumo humano. Na perspectiva delas, a vida é simplesmente uma tragédia. Normalmente as galinhas eram e são criadas ao ar livre, perambulando ao redor das casas. Ainda hoje as «galinhas caipiras» são preferidas por serem muito mais saudáveis. Modernamente com a sociedade da produção industrial, elas foram transformadas em máquinas para produzir carne e ovos. Fechadas, às milhares, em aviários nos quais em cada metro quadrado são criadas de dez a doze, enganadas pela iluminação que lhes tira a percepção da noite, alimentadas por promotores de crescimento e de antibióticos para crescerem até um ponto comercialmente ideal, quarenta dias, elas são submetidas a grande padecimento. Se Gandhi, o Dalai Lama ou qualquer pessoa sensível ao sofrimento visitassem um desses currais aviários, seguramente se indignariam e até chorariam de compaixão. Mas nossa espécie se especializou em submeter impiedosamente todas as demais para tirar proveito delas mesmo que implique grande sofrimento.
Sabemos hoje que todos os seres vivos formamos uma única comunidade de vida, pois somos portadores do mesmo alfabeto genético - as quatro bases fosfatadas e os 20 aminoácidos. Por que então impor este padecimento na forma de crueldade para com nossos familiares e parentes naturais?
Depois de séculos de violência, as galinhas agora estão nos dando o troco. É a vingança das galinhas. Ela vem sob a forma da gripe aviária que está atingindo outros seres vivos e pode alcançar também os humanos. É o famoso vírus H5N1. Vírus aviários sempre existiram em formas não letais. Agora este H5N1 se revela uma cepa patogénica. Se sofrer mutações que o torna capaz de transmitir-se aos seres humanos, ele pode se replicar loucamente e matar entre 150 milhões a um bilhão de pessoas, consoante previsões científicas. Surgido pela primeira vez em 1997 em Hong-Kong, agora atingiu quase metade do mundo. Não existe um antídoto que o elimine, apenas possui efeito limitante. É o Tamiflu que não age profilaticamente, apenas 18 horas após a infecção. Foi desenvolvido a partir de um ácido extraído de vagens de anis estrelado encontradas em algumas províncias da China. A companhia farmacêutica norte-americana Gilead Sciences da qual o Secretário da Defesa do Governo Bush, D. Rumsfeld, foi presidente e é sócio, desenvolveu o antivírus Tamiflu. Cedeu a licença exclusiva de produção a Roche suíça que está lucrando milhões de dólares e reluta em subceder licenças de produção por causa da não anuência dos accionistas.
Hoje é sabido: a origem da gripe não provém de galinhas criadas ao ar livre, mas das práticas avícolas industriais e pela utilização de «subprodutos» da criação avícola como ração industrial. A Fundação BirdLife demonstrou que o padrão de focos da gripe segue as rotas das estradas e das vias férreas e não as rotas dos vôos de aves migratórias. A gripe é conseqüência do manejo cruel que nós seres humanos temos feito com as galinhas confinadas. Ai está o nicho de reprodução do vírus. É uma doença sistêmica. Ela demanda uma forma de relação com os seres vivos que não implique crueldade mas racionalidade e compaixão.
Postado por José da Silva Vieira @ 15:36  

Para Reflexão
Dikas do "DN - Economia"

«Quando o emprego falta, a família está longe e os créditos são vários, surgem as dificuldades financeiras. Daqui ao sobreendividamento é um passo. O estudo do Observatório do Endividamento dos Consumidores (OEC) sobre estas "ligações perigosas" conclui que as situações são mais graves nas grandes cidades, onde as redes sociais não funcionam e o consumo com recurso ao crédito é maior».

Dados Preocupantes:

124%
Foi a taxa de endividamento dos portugueses registada em 2005, em percentagem do rendimento disponível, de acordo com os dados do Banco de Portugal. este valor tem vindo em crescendo, tendo ultrapassado os 100% em 2002.

10,3%
Foi a taxa de poupança dos particulares em Portugal em 2004 face ao rendimento disponível.

44,9%
Esta era a percentagem dos processos de sobreendividamento em Lisboa, o concelho com maior valor apurado.
Postado por Gloriano @ 13:43  

sábado, abril 08, 2006
A Tirania Americana
ARMAS NUCLEARES CONTRA O IRÃO

Bush considera o Presidente iraniano como um “Hitler em potência”, e por isso mesmo, os Estados Unidos admitem utilizar armas nucleares contra o Irão. Uma atitude que está a ser criticada por muitos líderes mundiais. Indifentente a todas as críticas e fazendo ouvidos de "toino", o presidente norte americano, George W. Bush admite a preparação de um campanha com recurso a armas nucleares contra o Irão, destinada a destruir uma base suspeita de fabricar armas atómicas, avança a edição online da revista norte-americana "New Yorker".
Eis a lei do mais forte e a Tirania Americana imposta pelo armamento nuclear.
Postado por Gloriano @ 19:50  

ESCLARECIMENTO
DEVER AO FISCO

Durante a campanha eleitoral das últimas eleições autárquicas, fui acusado pelos ex-camaradas do Partido Socialista, de ter uma dívida ao fisco que ultrapassava os 10 mil Euros (um exagero!). Esses mesmos ex-camaradas e sob a liderança de um conterrâneo economista, chegaram ao ponto de fazer um Blogue (notícias de salvaterra) com o intuíto de arrasar todos aqueles que lhes tinham feito frente na concelhia do próprio partido.
Actualmente, os mesmos ex-camaradas ressabiados, tentam espalhar (como se de uma praga se tratasse!) por todos os lugares onde passam, que eu continuo a dever milhares de Euros ao fisco.
Ou seja, aqueles que são hábeis a manipular os números do desemprego em Portugal e que continuam a controlar a concelhia do PS em Salvaterra de Magos, são os mesmos que procuram liquidar-me enquanto pessoa.
Por acaso algum desses iluminados foi convidado a pagar as minhas dívidas ao fisco? Por acaso algum deles teve que pagar os juros de mora, por mim, na repartição de finanças de Salvaterra?Será que nunca nenhum deles teve dívidas ao fisco? Se calhar alguns deles também devem ter telhados de vidro.
Enfim... é a política que se faz cá no burgo.
Para concluir, atrevo-me a deixar aqui o meu número de contribuinte: 186 004 036 e todos aqueles que quiserem obter informações fiscais a meu respeito já sabem. Estão à vontade. Se por acaso detectarem algumas dívidas ao fisco, façam o favor de fazer queixa ao ministro das Finanças.
José Peixe
Para colaborar com Comentários ou Artigos de Opinião:
Postado por José Peixe @ 13:26  

quarta-feira, abril 05, 2006
Job for the Girl
PAI CONTRATA FILHA
Postado por José da Silva Vieira @ 22:15  

O que é o Amor ?!?
Amor é a doença
É a febre, a loucura
É a dor que paira intensa
É um silêncio de sepultura.
E somos nós os enfermos
Somos nós os condenados
Por termos soltado a alma
E amar desalmados.
Mas se o veneno for cada beijo
Sucumbimos com prazer
Pois pelo amor, pelo desejo
É digna a entrega
É fácil morrer.
Postado por Rubi @ 03:36  

segunda-feira, abril 03, 2006
NOVELA DO MUNICÍPIO FAZ DE CONTA ... CAPITULO Nº 1

DAMOS INÍCIO À NOSSA NOVELA PASSADA NUM MUNICÍPIO FAZ DE CONTA.

Nesse município, até os projectos de construção de uma casa unifamiliar de piso térreo, do mais simples que existe, são chumbados, para, assim, obrigar os seus munícipes a irem ao beija mão do presidente da câmara, e psicologicamente, lhe ficarem a dever um favor (Talvez um voto !).
Mas isto é novela, pois nem se pode conceber tal situação acontecer na vida real! Pois não?

Como esta é uma novela sem enredo pré definido, não podemos antever quando será o próximo capitulo, fiquem atentos ...
Postado por A.M. @ 20:11  

sábado, abril 01, 2006
Amnistia Internacional
TODOS AO BARULHO

«Make some noise» – «Faça algum barulho» é a nova campanha da Amnistia Internacional (AI). Associada às campanha «Acabar com a Violência sobre as Mulheres» e «Controlo de Armas», pretende-se mudar mentalidades, trazendo para a ribalta atropelos aos direitos humanos e fazendo com que os cidadãos façam algo para acabar com eles.
Esta campanha pretende ainda, nos próximos três meses, ser um estímulo à acção das mulheres de Ciudad Juarez e Chihuahua, México, onde desde 1993, quase 400 mulheres foram assassinadas e cerca de 70 continuam desaparecidas.
Com a Campanha «Control Arms», a AI pretende fazer um painel com um milhões de rostos contra a proliferação de armas ligeiras. Há no mundo 639 milhões de armas ligeiras. Cada ano são fabricadas mais oito milhões. Estas armas continuam a alimentar conflitos, crime, violência doméstica.
Para fazer algum barulho, copie a carta que se segue para uma página «Word», imprima-a e envie-a ao Primeiro Ministro Eng. José Sócrates.
Sua Excelência Primeiro Ministro
Eng. José Socrates
Palácio de São Bento
Rua da Imprensa à Estrela nº 2
1249-064 LISBOA
Excelência,
Gostaria de apelar ao governo português para:

1. Apoiar a negociação e a aprovação de um Tratado Internacional que Regule o Comércio das Armas, para que dessa forma os Estados possam adoptar e aplicar a condição de que todas as transferências de armas tenham de ser autorizadas através da emissão de licenças e que as mesmas sejam baseadas nos princípios existentes no Direito Internacional.
2. Assegurar que as novas leis relacionadas com a violência familiar mas também aquelas que já existam, proíbam todas as formas de violência doméstica, e que especifiquem que nenhuma pessoa com registos de violência doméstica seja autorizada a adquirir, possuir ou circular com uma arma, de forma a que a remoção de todas as armas de casas onde a violência doméstica é relatada, se torne um procedimento padrão.
O apoio governamental ao processo de garantir um Tratado Internacional que regule o Comércio de Armas e na protecção das mulheres da violência armada é vital. Uma oportunidade única para agir será na Conferência das Nações Unidas de Revisão do Programa de Acção sobre as Armas Ligeiras e de Pequeno Porte (26 de Junho a 7 Julho 2006), onde os governos podem acordar em estabelecer princípios globais mais rígidos para a transferência de armas e em que as questões do género possam ser incorporadas num Programa de Acção das Nações Unidas reforçado.
Com os protestos da mais elevada consideração.
_____________________________________
Postado por José da Silva Vieira @ 12:00  


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Num concelho onde não existem órgãos de Comunicação Social este Blogue pode ser importante para dar voz aos que não têm voz política em Salvaterra de Magos.
Afinal de contas onde está a Democracia participativa tão apregoada pela presidente Ana Cristina Pardal Ribeiro "Anita" nas últimas Eleições Autárquicas?
O que é feito das outras forças partidárias que prometeram fazer oposição séria e desmascarar os "podres" que existem dentro da autarquia?
É que as perseguições políticas continuam na Câmara Municipal de Salvaterra de Magos e o compadrio político também!
Por isso mesmo, faz todo o sentido a existência deste espaço comunicacional aberto e lutar por um concelho mais desenvolvido.
É muito importante combater o atrofiamento provocado pelo "Anitismo".


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
José Peixe - Editor


"A evolução do humano não é obra exclusiva da natureza.
Com a cultura e a capacidade de transmitir conhecimentos de geração em geração o humano é também um produto evolutivo de si próprio."

Moura, Leonel,
Jornal de Negócios
em 20070530
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

ÚLTIMOS POSTS EDITADOS
ARQUIVO DE POSTAGENS NO BLOGUE
COMO PARTICIPAR NO BLOGUE
MEDIA NACIONAIS
MEDIA INTERNACIONAIS
INFORMAÇÕES GOOGLE
PESQUISAS NA WEB
BLOGUES EM DESTAQUE
BLOGUES DA GLÓRIA DO RIBATEJO
COLABORADORES DO BLOGUE
CRÉDITOS

Free Blogger Templates

Powered by Blogger

Bravenet.com
Photobucket.com
Clocklink.com
Dani R
(ajuda básica)